NOVIDADES

A-
A+

Edições de 2015

» Empresário assume Vice Presidência no Conselho Diretor Nacional do IBEF » Instituto realiza atualização permanente do cadastro dos seus associados

Edições de 2013

» Retenção de talentos será tema do próximo café da manhã » Prêmio IBEF de Sustentabilidade celebra práticas empresariais sustentáveis » Custo da burocracia para a abertura de capitais » Congresso Nacional de Executivos de Finanças será em outubro » Notícias publicadas sobre o IBEF-PE disponíveis no site » Opinião: associados podem colaborar com as “Palavras do IBEF-PE” » Executivos conhecem projeto que revitalizará área portuária do Centro do Recife » Conef 2013 será em outubro no Rio de Janeiro » Sustentabilidade da economia brasileira e pernambucana só é possível com o fim de antigos problemas fiscais e de infraestrutura » Posse da diretoria nacional conta com a presença de presidentes das seccionais do IBEF » IBEF apoia reequilíbrio das dívidas dos estados e municípios com a União » IBEF-PE com foco na divulgação de suas atividades e comunicação com associados » Site institucional reformulado » Conselho Diretor conta com novos integrantes e configuração » IBEF-PE é destaque na Revista Algo Mais » Poupança registrou captação líquida de R$ 2,3 bilhões em fevereiro » Copom mantém taxa Selic em 7,25% ao ano » Os 5 vilões do endividamento » Dívida nem sempre é ruim; especialistas explicam o porquê

Edições de 2012

» Opinião – “Breves considerações sobre a Tributação Ambiental no Brasil” » "Guerra dos Portos" prejudica o progresso? » Por que tão poucas empresas familiares conseguem chegar à segunda geração? » Fiscalização tem foco nos grandes » Copom acelera o ritmo e reduz a Selic para 9,75% ao ano » Qual é a melhor empresa do Brasil? » Petrobras prevê aumentar produção em 367 mil barris diários » Quer investir em imóveis? Confira 10 dicas para se dar bem neste mercado » Como caçar pechinchas no mercado imobiliário » Quer ter sucesso nos investimentos? Veja 10 livros que podem ajudar » Investir em imóveis ou fundos imobiliários? Veja qual a melhor opção

Edições de 2011

» Petrobras já captou US$ 18 bilhões este ano, diz gerente da Petrobras em seminário » Fim da transição fiscal » Companhias tiveram menos problemas ao adotar padrão contábil internacional » Indústria e comércio aprovam corte na Selic e afastam riscos inflacionário » Comprar imóvel na planta requer atenção redobrada às finanças » Comportamento identifica se pessoa tende a se tornar inadimplente » Psicologia revela propensão a dar calote » Adiantar 13º é indicado para quem tem dívida; confira condições » Morar ou investir: critérios para compra de imóveis são diferentes, dizem especialistas » Crise: novo patamar de crescimento » 4 estratégias para vender seu imóvel mais rápido » Vencedor do Prêmio Revelação em Finanças em 2010 realiza debate no IBEF SP » Qual o perfil e quanto ganha um consultor? » Fundos imobiliários ganham força no País » Brasil sofre mais para recrutar no setor financeiro » Mercado brasileiro é destaque de palestra no IBEF » Apesar da crise, 75% dos executivos de finanças manterão os investimentos até o final do ano » Executivo brasileiro considera crise atual menos intensa que a de 2008 » Previdência privada cresce, mas controlar recursos tem vantagens » Para executivos de SP, crise atual é menos preocupante que a de 2008 » Redução da Selic agrada comércio e indústria, mas ambos querem novas quedas » COPOM: Para IBEF, corte na Selic foi decisão acertada » IBEF Premia empresas com excelência em sustentabilidade » Qual é a melhor maneira de comprar a casa própria? » Executivos esperam escassez de ofertas até o fim de 2011 » Aplicar em imóveis dispensa fortes emoções » Pesquisa revela que Governança Corporativa agrega valor às empresas » Como praticar a melhor gestão de pessoas e processos » Para IBEF, alta da Selic compromete a competitividade das empresas no Brasil » Sem surpresa, Copom sobe a Selic pela 5ª vez seguida, para 12,50% ao ano » IBEF SP e KPMG buscam revelações em finanças no setor de seguros » Imóveis: com alta de preços, especialistas comentam se é melhor comprar ou alugar » Análise: Após três anos de alta, preço de imóvel pode cair a partir dos próximos meses » Ibef. Tênis e negócios » Governo lança hoje previdência para atletas » 'BC já vê 2011 como um caso perdido', diz presidente do IBEF » Imóvel deve ser visitado antes da compra no Feirão da Caixa » Transportes Metropolitanos terá 90% de verba liberada em SP » Dividido, Copom eleva juros a 12% » Prepare o seu bolso: os juros devem continuar subindo » Economia brasileira vai bem, mas surgem sinais de alerta

Os 5 vilões do endividamento

Fevereiro 18, 2013

Dívidas

O cenário atual mostra como os brasileiros estão despreparados para organizar as finanças: o número de falências e o nível de inadimplência dos consumidores estão em alta. De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), 48,8% das famílias da capital paulista afirmaram estar endividadas no mês de janeiro.



Mas por que quase metade das famílias está no vermelho? Quais são os principais vilões do endividamento Para chegar à resposta, Época NEGÓCIOS entrevistou Keyler Carvalho, professor da Fundação Instituto de Administração (FIA) e vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças de São Paulo (IBEF). Ele apontou os cinco principais pecados cometidos por quem está com a corda no pescoço e deu dicas para não cair em armadilhas. Confira.

1) Usar o cartão de crédito sem planejamento

O cartão de crédito não é um vilão do endividamento – a forma como é usado o torna um. Quando o cartão é utilizado sem planejamento e as parcelas ficam muito altas, as pessoas tendem a parcelar novamente a fatura. O problema? Os juros são muito altos. No primeiro mês do parcelamento, não se sente dificuldade para pagar a dívida, pois o valor ainda cabe dentro do seu orçamento. Nos meses seguintes, além das despesas normais, a pessoa passa a ter as prestações anteriores.

Solução: O cartão de crédito pode ser um aliado para guardar e aplicar 20% da receita, mas não é saudável usar a facilidade de crédito para aumentar ainda mais o consumo. As faturas devem estar equilibradas na data de vencimento, para que seja possível pagá-las integralmente.

2) Se endividar com juros

Nem todos os estabelecimentos e lojas dividem o valor no crédito sem cobrar juros. Fazer dívidas com juros, é a terceiro motivo para o endividamento.

Solução: Dividir é permitido, desde que com responsabilidade e sem juros. A dica é tentar parcelar em até 3x sem juros para não carregar a dívida por muito tempo e mesmo assim conseguir aliviar o peso dos gastos.

3) Usar o cheque especial

A possibilidade de ficar no negativo no banco é o terceiro vilão responsável pelas dívidas. Segundo o professor, a maioria das pessoas não se preocupa com o fato de estarem no vermelho, mas os juros são elevados – geralmente, 8% ao mês. A dívida surge pela facilidade de crédito que o banco oferece.

Solução: O cheque especial deve ser zerado.

4) Desejos consumistas

Com tantas novidades no mercado, adquirir coisas que, em sua maioria, não são necessárias é cada vez mais comum. A compulsão pela compra pode ser um dos motivos do endividamento.

Solução: A pessoa não pode se acomodar e acreditar que tudo que ela quer, deve ser comprado. Pé no chão é fundamental.

5) Gastar mais dinheiro do que ganha

Ainda que pareça óbvio, o principal vilão do endividamento ainda é consumir mais do que se ganha.

Solução: Faça um planejamento financeiro com todas as entradas e saídas do ano. Depois de montar o orçamento, é preciso que sobre 20% de sua renda. A quantia, que deve ser aplicada, será usada quando houver alguma necessidade, evitando dívidas. Se a saídas forem maiores que as entradas, é preciso repensar os gastos.

RAF Comunicação

http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Resultados/noticia/2013/02/os-5-viloes-do-endividamento.html

Veículo: epocanegocios.globo.com

A-
A+

PATROCINADORES




Desenvolvido por: